O que é um vinho duro, complexo, taninoso ou equilibrado?

| Artigo escrito pela especialista de vinhos Maria João de Almeida

 

Aprenda aqui alguns significados do vocabulário do vinho.

 

Muitos são aqueles que entram num supermercado à procura de um bom vinho e tudo o que conseguem é ficar indecisos, a tentar decifrar o que está escrito nos contra-rótulos das garrafas. Frases do tipo «vinho complexo com taninos equilibrados» ou «encorpado, austero e amanteigado» podem ser capazes de provocar um ataque de nervos a qualquer leigo na matéria.

 

Apesar do consumidor estar cada vez mais esclarecido sobre as características que pode ter um vinho, de haver maior divulgação, eventos e cursos de formação, a maioria das pessoas ainda não estão preparadas para entender um vocabulário tão elaborado. É por isso que lhe explicamos aqui o significado de algumas dessas palavras, aplicadas ao vinho.

linguagem do vinho

Esperamos que esta listagem de vocabulário do vinho o ajude a escolher o seu próximo.

  • Um vinho já com alguma estrutura, mais concentrado e intenso.  Muitos destes vinhos complexos têm estágio em barricas antes de serem engarrafados.

  • Quando um vinho tem muitos taninos, produz uma sensação áspera na boca, como quando trincamos um diospiro verde. O tanino é uma substância química encontrada no grupo de fenóis vegetais. Nos cachos de uvas, os taninos encontram-se nas cascas, sementes e engaços. Quando não estão maduros causam uma sensação de adstringência, amargor.

  • Vinho jovem e marcante, com alta acidez e taninos pronunciados.

  • Um vinho é equilibrado quando o álcool, a acidez, os taninos e a doçura estão em harmonia e não sobressaem entre si.

  • Que se bebe bem, escorrega bem pela garganta, não agride o paladar.

  • Vinho com boa untuosidade, de textura amanteigada.

  • Um vinho com aromas e sabores pouco frutados, com taninos marcantes e alta acidez, que contribuem para um bom envelhecimento na garrafa.

  • Vinho que possui uma textura suave e agradável no paladar, com   os taninos amaciados.

  • A cor do vinho é mais escura, e os aromas e sabores são intensos, bem pronunciados.

  • É como o vinho se apresenta na boca. Um vinho pode ter um corpo leve, corpo médio ou ser muito encorpado.

  • Vinho mais simples, o sabor não persiste muito tempo na boca.

  • É um vinho de muita qualidade, sutil e equilibrado. Quando nada é demais: não é encorpado demais, nem perfumado demais, nem tem taninos a mais.

  • É um vinho ainda jovem que ainda não teve tempo de abrir os seus aromas e sabores e demonstrar todas as suas qualidades.

  • Vinho ligeiro, para descontrair, fácil de beber, sem grande complexidade.

  • Um vinho delicado, com taninos suaves.

Mais para descobrir todos os dias