O que precisa de saber para o início do ano letivo

Setembro traz os primeiros vestígios do fim do verão e, consigo, os recomeços. Para os mais jovens lá de casa, este mês rima com regresso às aulas, sinónimo de um misto de ansiedade e entusiasmo. Contudo, devido à pandemia que ainda enfrentamos, existem ainda diversas dúvidas sobre o início do ano letivo que se aproxima, como os cuidados a ter, o regime de ensino e as datas do calendário escolar.

Respondemos então às dúvidas mais prementes e temos algumas dicas para tornar este recomeço mais seguro e entusiasmante. Ora espreite.

que esperar do início do ano letivo 2021/22?

Embora a vacinação em Portugal esteja a avançar com bastante fluidez, a presença da COVID-19 continua a fazer-se notar e tem levantado dúvidas no seio das famílias sobre o início do ano letivo. O calendário terá uma maior duração? Qual o regime aplicado? Que medidas devem ser seguidas?

Pois bem, olhando para as datas designadas em julho pelo Ministério da Educação, o calendário do próximo ano está muito próximo do normal pré-pandemia. Assim, o início do ano letivo 2021/2022 será entre 14 e 17 de setembro e prevê-se que o terceiro período termine entre 7 e 30 de junho.

Em relação às aulas, tal como em 2020/2021, a regra é o regime presencial. Mas, para dar uma resposta rápida a situações de contingência, está também previsto que as aulas possam voltar ao regime remoto ou misto.

Da mesma forma, as medidas e regras de prevenção a aplicar continuam a ser as mesmas que no ano letivo 2020/2021, tal como o uso obrigatório de máscara a partir do 2.º ciclo do ensino básico, o distanciamento nas salas de aula, a segmentação de espaços comuns, a alternância de horários, entre outros.

Preparar o regresso às aulas

Com a reabertura das escolas, volta a azáfama diária, os horários mais rigorosos, os trabalhos de casa e o estudo. Por isso, começar as aulas com o pé direito é essencial para que tudo corra bem. Temos assim algumas dicas para ajudar.

Ano letivo

A escolha da mochila

Neste tópico, é importante considerar algumas regras. A mochila escolar deve ter o tamanho das costas da criança, as alças largas e ajustáveis e o forro acolchoado.

Além disso, tenha atenção ao peso da mala, que não deve ultrapassar os 10% do peso corporal da criança.

Comprar o material escolar

O momento da escolha do material escolar, no início do ano letivo, é sempre acompanhado de algum entusiasmo. No entanto, é importante avaliar, primeiro, o material do ano anterior que ainda pode ser utilizado. 

Material escolar

Posteriormente, deve ter-se em conta alguns cuidados no momento da compra:

  • Não compre produtos com forma de alimentos ou com aromas;
  • Prefira as borrachas que dizem “sem PVC”;
  • Escolha lápis com formato triangular e canetas com borracha na zona da pega, de modo que possa tornar o manuseamento mais confortável;
  • Opte por corretores de fita;
  • No capítulo dos cadernos ou dos dossiers, o mais importante é perceber junto da criança qual o sistema mais confortável para organizar os seus apontamentos.
Ano letivo

Estabelecer rotinas diárias

Por mais difícil que seja fazê-lo no período pós-férias, é fundamental que crianças e adolescentes tenham rotinas bem estabelecidas. Afinal, só desta maneira se pode garantir o equilíbrio entre o tempo que é preciso para o estudo, para o descanso e, claro, para a diversão.

Ano letivo

Comunicar abertamente com os jovens

É normal que os membros mais jovens da família apresentem ainda alguns receios e dúvidas em relação ao surto de COVID-19. Certamente sentir-se-ão cansados deste contexto, e com o início do ano letivo, o regresso das férias e o retorno à rotina, a ansiedade e as inquietações tenderão a adensar-se.

Perante este desafio, é crucial que se estabeleça um canal de comunicação aberto e franco com os jovens, enfatizando sempre a ideia de que o cumprimento escrupuloso das medidas de segurança pode salvar vidas. Além disso, tente acompanhar de perto as suas angústias e não se esqueça de elogiar as suas conquistas.

O início do ano letivo está aí à porta e, com ele, vários desafios. Este até poderá ainda ser um ano atípico e longe da normalidade da pré-pandemia, mas será, certamente, um ano também ele repleto de bons momentos. Além da máscara e do desinfetante, garanta que os mais pequenos da família levam na mochila vontade de aprender e muito boa disposição.

DESCUBRA MAIS