Férias escolares: atividades seguras para crianças

Com o final do ano letivo, os pais enfrentam um desafio: como garantir que as crianças aproveitam este tempo de forma divertida, estimulante e segura? Embora seja uma questão que reaparece todos os verões, no contexto atual ganhou mais importância. Com todas as preocupações relacionadas com a pandemia que atravessamos, em que atividades é seguro inscrever as crianças durante as férias escolares? Para o ajudar a reduzir as incertezas, reunimos algumas informações essenciais.

como serão as férias escolares em 2021?

Calendário férias escolares

O novo confinamento em janeiro, que levou a uma interrupção letiva e a uma fase de ensino a distância, fez com que houvesse alterações ao calendário escolar 2020-2021 e às férias escolares. Assim, se tudo continuar como previsto, o Ministério da Educação prevê que o final do terceiro período aconteça nas seguintes datas:

  • Pré-escolar, 1.º ciclo e 2.º ciclo – 8 de julho;
  • 7.º, 8.º e 10.º anos de escolaridade - 23 de junho;
  • 9.º, 11.º e 12.º anos - 18 de junho.

No entanto, devemos ter em mente que atravessamos ainda um período de incerteza. Embora tanto o desconfinamento como a vacinação contra a COVID-19 estejam a avançar gradualmente, existe a possibilidade de o Governo retroceder nas medidas e de haver novas adaptações. Por exemplo, segundo o Expresso, um estudo afirma que a reabertura das escolas secundárias em abril pode levar a uma nova vaga.

 

Assim, devido a essa incerteza, ainda não existem recomendações relativamente às férias escolares e às habituais atividades de tempos livres dos mais pequenos. Se o desconfinamento continuar como previsto, os ATL continuarão abertos e haverá diversas atividades culturais para aproveitar nos meses de descanso.

 

De igual forma, é possível que se mantenham as medidas de controlo do novo coronavírus para as férias escolares, em campos de férias, colónias de férias e outras atividades de tempos livres. Este documento, publicado em 2020 pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), enfatizava que:

  • os desportos de contacto físico não seriam permitidos;
  • se deveriam evitar as atividades dentro de portas;
  • o reforço da higienização, desinfeção e ventilação das instalações;
  • o respeito pelo distanciamento físico, organizando os participantes em turnos, tanto nas atividades como à hora das refeições;
  • os campos de férias deveriam também reduzir o número de camas.
Campos de férias escolares

Preparar as crianças para as atividades

Antes de as crianças começarem as atividades de tempos livres durante as férias escolares, os cuidadores devem transmitir-lhes algumas indicações importantes. É crucial responder às questões dos mais pequenos com tranquilidade, explicando-lhes que, na fase que vivemos, há medidas de proteção imprescindíveis para cuidarmos uns dos outros.

Cuidados a ter

Além disso, não se esqueça de lhes preparar um kitpara colocarem na sua mochila, constituído por:

  • uma máscara, pois para as crianças com idade superior a 10 anos, é obrigatório o uso de máscara em locais fechados, transportes e na rua quando não for possível manter o distanciamento físico recomendado pelas autoridades de saúde;
  • luvas, para atividades na floresta, por exemplo;
  • uma solução antisséptica de base alcoólica, alertando-os para a importância da lavagem frequente das mãos.

Por fim, garanta que as crianças não levam consigo brinquedos ou outros objetos desnecessários.

A importância das atividades de férias de verão

As férias escolares serão, de facto, diferentes dos anos anteriores. No entanto, é essencial garantir que as crianças aproveitem este tempo de pausa para brincar, aprender e socializar em segurança.

Atividades

Brincar é muito importante para o desenvolvimento e a felicidade das crianças. De igual modo, passar tempo ao ar livre tem inúmeras vantagens para a imunidade, a saúde e evolução dos mais jovens (e não só). Assim, independentemente da evolução da pandemia, devem continuar a fazer passeios higiénicos e atividades desportivas com os pais, como andar de bicicleta ou caminhar. Sempre com os devidos cuidados.

 

De igual forma, se o desconfinamento continuar como previsto, as atividades de tempos livres e os campos de férias serão permitidos. Estes oferecem às crianças e aos jovens oportunidades ímpares para contactar com a natureza, fazer desporto, conhecer património histórico e cultural e, claro, fazer amigos e colecionar boas memórias em segurança.

É normal sentir alguma preocupação, mas, tal como no ano passado, as instituições irão redobrar esforços para assegurar todas as condições para acolher e proteger a sua criança. Quando as férias escolares se aproximarem, pode procurar os centros de atividades da sua localidade e informar-se sobre as políticas adotadas pelos mesmos.

 

Neste momento, é essencial continuarmos a manter todos os cuidados que temos vindo a adotar com a epidemia de COVID-19, para podermos retornar à normalidade e, eventualmente, passar umas férias de verão descansadas.

Mais para descobrir todo os dias