Como fazer, grão a grão, um creme esfoliante para o rosto

Do alto dos seus 24 anos, a Inês*, designer de profissão, sempre achou que não precisava de um creme esfoliante para o rosto. Estava plenamente convencida de que isso era só para pessoas com peles envelhecidas ou pouco saudáveis. Nem os alertas da tia Teresa*, fã de cosmética natural e adepta de receitas caseiras de esfoliante facial, pareciam demovê-la. “Se não fizeres esfoliação, a pele não consegue respirar. Olha que assim não há hidratante que te valha!” Mas a verdade é que esta frase sempre lhe soou exagerada.

Foi assim até ao dia em que a tia a desafiou a ir para a cozinha e fazer uma receita. Pensando que se tratava de mais uma sobremesa, juntou uma clara de ovo batida em castelo ao farelo de aveia e ao mel. Contudo, sem se aperceber disso, tinha acabado de preparar, por entre algumas gargalhadas, um esfoliante caseiro para o rosto. Ainda que ao início não estivesse muito convencida, a cremosidade daquele preparado despertou-lhe alguma vontade de experimentar.

A rendição às vantagens do esfoliante facial

Depois de experimentar, Inês ficou convencida. Era mais fácil, agora, perceber que a tia tinha razão: pele mais sedosa, uniforme e macia, com uma aparência mais luminosa. E porquê? Porque a esfoliação permitiu desobstruir os poros. Com o tempo parecia que o creme hidratante também estava a dar melhores resultados. Não era por acaso, o esfoliante para o rosto aumentou a capacidade de absorção do creme.

Como gosta de investigar todos os temas a fundo, a jovem designer só ficou rendida quando constatou que, embora a pele obedeça a um ciclo celular de regeneração, podemos e devemos ajudá-la neste processo. A obstrução dos poros por bactérias, sebo, partículas de poluição ou restos de maquilhagem, por exemplo, pode dar origem a imperfeições, manchas e borbulhas. Assim, a utilização regular (uma a duas vezes por semana) de um creme esfoliante para o rosto é uma rotina que se revela fundamental, uma vez que permite fazer uma remoção eficaz das células mortas à superfície da pele, que a deixam com um aspeto baço e áspero.

Nas suas investigações, a Inês descobriu várias receitas de esfoliantes naturais que partilhamos consigo. No entanto, no seu dia a dia, quando não tem tempo de preparar estas receitas, utiliza o Esfoliante Facial de uso diário da Cien. Este produto, indicado para pele normal e mista, é enriquecido com AQUARICH e glicerina, que proporcionam à pele uma dose extra de frescura e hidratação, e com finos grãos de bambu, que eliminam as células mortas e a oleosidade excessiva.

Se também é adepta de tratamentos naturais siga estas receitas, grão a grão, e garanta uma pele sempre limpa, lisa, brilhante, nutrida e fresca!

*nome fictício de um testemunho real.

Esfoliantes

Esfoliante Cien

Mais para descobrir, todos os dias