Como gerir as rotinas de crianças durante o recolhimento?

A ansiedade, o receio e o stresse são alguns dos sentimentos partilhados por crianças e adultos nesta altura de recolhimento. O encerramento das escolas e a introdução do regime de teletrabalho obrigou a que as rotinas habituais tivessem de ser alteradas. Ainda assim, existem regras que, se forem estabelecidas desde o início, permitem que rotinas de crianças e adultos se coordenem e evitem problemas na gestão diária da vida familiar e profissional.

 

Miguel Ricou, presidente da Comissão Ética da Ordem dos Psicólogos, em entrevista à SIC, alerta que “nas questões do levantar, das refeições e do deitar é preciso manter alguma estabilidade”, mas acrescenta que é igualmente importante que as rotinas de crianças sejam criadas e adaptadas consoante a sua idade. Como pode, então, organizar o seu dia a dia e o das crianças para que tenha o melhor ambiente possível em casa durante a recolhimento? Deixamos algumas sugestões por grupo de idades.

As rotinas de crianças até aos 5 anos

Rotinas de crianças até aos 5 anos

 

As crianças mais pequenas são as que requerem mais tempo e atenção.

Portanto, manter os hábitos diários definidos na creche ou pré-escola é de extrema importância para acalmá-los e dar-lhes uma maior sensação de segurança.

Além disso, uma rotina desajustada pode provocar perturbações no sono, nos padrões alimentares e no comportamento

No entanto, nesta altura específica, é preciso muita criatividade e flexibilidade para conseguir gerir estes momentos de forma eficaz. Fique com algumas dicas:

 

  • Se os dois progenitores estiverem a trabalhar a partir de casa, defina horários rotativos para dar mais atenção e brincar com as crianças. Assim também se torna mais fácil coordenar as horas de teletrabalho.
  • Estabeleça uma hora para lhes contar uma história, por forma a estimular o pensamento crítico. Quando já têm idade para isso, deve pedir-lhes, no final, para lhe falarem um pouco sobre a narrativa.
  • Promova os trabalhos manuais, os desenhos e as brincadeiras com legos. Estas atividades são importantes porque permitem que as crianças demonstrem os seus conhecimentos, as suas competências cognitivas e os seus pensamentos.
  • Incentive a prática de exercício físico. Adquirir um pouco de vitamina D e esticar as pernas é importante para qualquer pessoa. No caso de ter um jardim ou um pequeno terraço, pode aproveitar para passar algum tempo a brincar no exterior.

As rotinas de crianças dos 6 aos 9 anos

Rotinas de crianças dos 6 aos 9 anos

 

“As crianças em idade escolar (...) é importante que tenham atividades durante o dia para concretizar com a ajuda dos pais”, refere também Miguel Ricou.

Neste momento, as escolas estão a desenvolver sistemas eficazes de tele-escola, um projeto que só é possível com a intervenção de professores, pais ou familiares, principalmente quando falamos de crianças que estão a frequentar o 1.º ciclo escolar.

Além dos momentos de aprendizagem, as crianças entre os seis e os nove anos devem ter atividades e rotinas diárias que os ajudem a aliviar o stresse e o aborrecimento. Deixamos-lhe algumas sugestões:

 

  • Encoraje a aprendizagem de um instrumento musical. Nem todos temos apetência pelas mesmas coisas, mas geralmente todos gostamos de música. Durante o recolhimento, pode procurar perceber qual o instrumento mais apropriado para os seus filhos e incentivá-los a aprender ou utilizar uma app para ficar a conhecer os sons e os acordes.
  • Envolva-os nas pequenas tarefas culinárias. Pode estimulá-los a conhecer os sabores do mundo, escolhendo todas as semanas uma receita típica de um país diferente e pedindo-lhes para apresentarem um pouco da história de cada prato à família.
  • Peça-lhes ajuda nas pequenas tarefas domésticas. Existem pequenas tarefas que as crianças devem habituar-se a fazer desde tenra idade, por forma a ganharem sentido de organização e responsabilidade. Por isso, ensine-lhes a fazer a cama, a limpar e a arrumar o seu próprio quarto.
  • Procure promover a atividade física, como, por exemplo, dança. Descarregar o stresse e gastar a energia acumulada é fundamental para crianças nestas idades. Introduza nas rotinas de crianças um momento de dança e divirta-se em família.

As rotinas de crianças com mais de 10 anos

Rotinas de crianças com mais de 10 anos

 

A partir dos dez anos, as crianças começam a desenvolver algum sentido de responsabilidade, o que lhes permite definir a sua rotina com mais facilidade.

Assim, no momento de decidir as atividades e os horários, deve levar-se em conta a opinião delas e procurar chegar a acordo entre ambas as partes.

Existem, no entanto, rotinas que devem ser obrigatórias, como a hora de levantar e de deitar, entre outras que podem ser definidas.

A consola e os jogos de computador – ou ecrãs no geral – podem ser uma grande tentação, mas devem ter horários próprios, acordados previamente. Fique com algumas ideias para implementar nas rotinas de crianças:

 

  • Estimule a realização de um curso online. Crie vários desafios a serem superados ao final de cada semana. Pode incentivá-los a começar a tocar um instrumento ou a aprender uma língua estrangeira, através de plataformas especializadas, como o Duolingo.
  • Promova os momentos de leitura. Respeite os gostos da criança ou adolescente e ofereça-lhe livros que permitam viajar e conhecer o mundo sem sair do lugar, mas levando sempre em consideração os temas que as crianças mais manifestam desejo em explorar.
  • Faça jogos de tabuleiro em família. Defina um horário para todas as semanas se dedicarem ao Cluedo, ao Monopólio ou ao Scrabble, já que estes jogos proporcionam importantes momentos em família e desenvolvem, em simultâneo, capacidades cognitivas e espírito de grupo entre os mais jovens.
  • Incentive o convívio online com os amigos. É importante que as crianças ou adolescentes mantenham, dentro do possível, contacto com os seus colegas. Estes momentos podem acontecer por videochamada, por trocas de mensagens ou, se lhes quiser lançar um desafio, através de uma tradicional (mas original) carta de correio.
Atividades com Crianças

Nesta fase de quarentena, provocada pelo alastramento da COVID-19, as rotinas sofrem alterações significativas em todas as idades. Todos devem ter direito ao seu período de adaptação, experimentando quais as formas mais saudáveis de programar o seu dia em prol do seu benefício e de todos os que vivem consigo.

É necessário inovar e pensar em atividades que lhes estimulem a criatividade, o pensamento crítico e o espírito cívico (pode tirar algumas ideias de atividades aqui).

No entanto, numa altura em que nos é permitido passar mais tempo em casa, surge uma janela de oportunidade: a de criar laços mais fortes com as crianças e de entrar no seu universo, que, por vezes, tanto nos faz falta.

DESCUBRA MAIS