Regresso ao trabalho à prova de COVID-19: recomendações em 2022

Depois das restrições que o Governo estabeleceu na altura das festividades, para evitar a propagação da COVID-19, muitas pessoas estão de regresso ao trabalho presencial. Mas o alívio das medidas restritivas não significa que devamos facilitar, especialmente considerando a elevada disseminação da variante Ómicron. Por isso, é imperativo que se continuem a adotar certos cuidados para garantir que todos possamos trabalhar com segurança, saúde e bem-estar. Não se esqueça: a solução depende de todos.

O regresso ao trabalho é obrigatório?

Teletrabalho recomendado Lidl

O teletrabalho passou a ser recomendado a partir do dia 15 de janeiro. Isto é, os especialistas aconselham a que, no geral e sempre que possível, as pessoas mantenham as suas funções de forma remota. Assim, o regresso ao trabalho presencial não é obrigatório, desde que consiga assegurar as suas atividades e tenha condições para tal.

Igualmente, também não é obrigatório voltar ao regime presencial em determinados casos, segundo a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT): para os “trabalhadores imunodeprimidos, trabalhadores com deficiência e grau de incapacidade superior a 60% e pessoas com dependentes a cargo que sejam doentes de risco e tenham de assistir às aulas à distância.”

Antes do regresso ao trabalho

Atualmente, existe a possibilidade de fazer testes para detetar a COVID-19. Assim, mesmo que não tenha sintomas, pode ser aconselhável fazer um teste e garantir que tudo está bem antes do regresso ao trabalho.

no caso de ter sintomas, deve fazer o seguinte:

  • Se não tem suspeita de COVID-19, contacte o seu centro de saúde por telefone ou por e-mail;
  • Se tem suspeita de COVID-19, ligue para o SNS24 para mais informações sobre como proceder.

Cuidados a ter nas deslocações para o trabalho

Deslocacoes trabalho Lidl

Nas deslocações de e para o trabalho, deve, sempre que viável, dar-se prioridade às opções que melhor permitam evitar o ajuntamento de pessoas. Não se esqueça de que, quando utilizar transportes públicos, tem a obrigatoriedade de utilizar máscara.

No local de trabalho: normas a implementar

Nas atividades ou situações em que o exercício de funções não pode ser assegurado em teletrabalho, é imprescindível garantir que está sempre protegido. Assim, mantêm-se atuais as recomendações da ACT, sendo que os principais cuidados a ter em conta no regresso ao trabalho são:

  • No seu local de trabalho, deve ter à disposição dispensadores de sabonete líquido, soluções alcoólicas para limpeza das mãos e produtos adequados para a desinfeção do espaço;
  • Deve desinfetar as mãos ao chegar, antes de sair e sempre que contactar com outras pessoas ou equipamentos de uso partilhado, como fotocopiadoras ou telefones;
  • Deve assegurar-se de que tem acesso aos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados aos riscos que corre;
  • Os locais de trabalho interiores devem ser ventilados com maior regularidade, preferencialmente de forma natural (à hora de almoço e ao final da tarde, por exemplo).

Redução do contacto com outras pessoas

Equipas Trabalho Lidl

No decorrer da vida quotidiana, pode parecer difícil manter o distanciamento físico dentro da empresa. Esta é, porém, uma medida importante para se manter protegido aquando do regresso ao trabalho. Assim, mesmo havendo desfasamento de horários, alternância nas pausas para descanso e constituição de equipas de trabalho para minimizar o contacto, é aconselhável ter algumas precauções individuais:

  • Garanta que a disposição dos postos de trabalho é alterada, de modo que se possa reduzir o contacto pessoal;
  • Caso não seja possível manter este distanciamento, assegure-se de que está defendido por barreiras físicas, como divisórias;
  • Respeite o distanciamento físico nas áreas de descanso ou cantinas. Se tiver essa hipótese, considere a opção de fazer as suas refeições no posto de trabalho.

Um esforço de todos, para todos os dias

Não devemos esquecer que ainda estamos a viver uma situação delicada e que o combate contra a COVID-19 continua. Por isso, embora com medidas menos restritivas e alguma normalidade, devemos cumprir todas as normas e indicações de segurança. O controlo da pandemia do novo coronavírus depende do esforço diário de todos.

 

Seja um agente de saúde pública.

MAIS PARA DESCOBRIR