Leitura de Rótulos

O rótulo de um produto deve ser uma fonte segura de informação sobre o que estamos a levar para casa. Mas, sabemos como interpretar o que vem descrito nos rótulos? Em Comer em Pratos Limpos, a nutricionista funcional Catarina Lopes dá dicas práticas sobre como ‘ler’ rótulos corretamente e esclarece alguns dos mais comuns Mitos sobre Alimentação associados aos rótulos.

RÓTULOS: OS MITOS MAIS COMUNS

Catarina Lopes live 2

1. No rótulo, o mais importante é analisar as calorias.

Falso. Mais importante do que analisar o valor calórico isoladamente, é analisar a lista de ingredientes. Por exemplo, se temos uma barra energética calórica, mas em que a lista de ingredientes inclui apenas frutos secos e tâmaras, significa que aquelas calorias são provenientes de fontes nutricionais ricas. Por isso, há que consultar, antes de mais, a lista dos ingredientes  onde a ordem não é aleatória. Ou seja, os ingredientes estão em ordem decrescente de acordo com a quantidade. Por exemplo: se o açúcar estiver nos primeiros lugares da lista, sabemos que aquele produto é rico em açúcar. Esta questão do açúcar leva-nos ao mito seguinte que pertence aos mais comuns Mitos sobre Alimentação.

leitura nutricional live 2

2. Quando, na lista de ingredientes, não está escrita a palavra açúcar, é porque o produto não tem açúcar.

Seria verdade se não houvesse uma série de sinónimos de açúcar, sendo que é possível que o produto não contenha açúcar, mas contenha adoçantes ou edulcorantes. Na lista de ingredientes, podem estar ‘escondidos’ em nomes como: dextrose, frutose, sacarose, maltose, glucose, xilitol, eritol, manitol, sorbitol, mas também mel, stevia ou sumo concentrado de fruta entre tantos outros nomes.

validade produtos live 2

3. ‘Consumir de preferência antes de...’ e ‘Consumir até...’ significa a mesma coisa.

Não só não significa a mesma coisa, como é importante reconhecer a diferença para podermos evitar o desperdício alimentar. Este é um dos Mitos sobre Alimentação fáceis de explicar. Quando, no rótulo, se lê ‘Consumir de preferência antes de...’ significa que, mesmo que a data de validade indicada seja ultrapassada, o produto pode estar bom para consumo, desde que as características organoléticas (aroma, sabor, textura...) se mantenham.

Por norma, alimentos mais   perecíveis, como é o caso dos laticínios, a indicação é a de ‘Consumir até...’ e deve ser respeitada. Nas lojas Lidl, encontra uma zona devidamente identificada, onde estão os produtos quase em fim de vida, ou seja, com a validade próxima do fim, a preços mais baixos. Esta iniciativa está enquadrada no Bom de mais para deixar para trás, projecto para a redução do desperdício alimentar levado a cabo pelo Lidl.

Tabela nutricional vista à lupa

É a soma da energia proveniente dos nutrientes energéticos (hidratos de carbono, proteínas e gorduras). É expresso sob a forma de quilocalorias e quilojoules: 1kcal=4,16kj.

São necessárias para o desenvolvimento e manutenção dos tecidos e órgãos. Existem em maior quantidade na carne, peixe, ovos, lacticínios, leguminosas, soja e derivados.

Fornecem energia para o funcionamento do organismo. São encontrados em maior quantidade em cereais e derivados (massa, arroz, farinha, cereais de pequeno-almoço, pão), leguminosas (feijão, ervilhas, grão de bico e lentilhas), tubérculos (batata e mandioca), fruta, açúcar e mel.

São responsáveis pela regulação da temperatura corporal e funcionam como reserva energética. Existem em alimentos de origem animal e vegetal, como a manteiga, natas, gema de ovo, gorduras das carnes, peixes gordos, azeite, óleos, margarinas, frutos secos, abacate e coco.

Estão presentes nos alimentos de origem vegetal, como fruta e hortícolas, cereais integrais e leguminosas. Apresentam inúmeros benefícios para o organismo, como diminuição do risco de obstipação, de diabetes, de doenças cardiovasculares e diferentes tipos de cancro.

Estão expressas em mg ou μg (microgramas)e têm funções de extrema importância na regulação de todo o organismo.

Saber interpretar a informação presente nos rótulos é meio caminho andado para fazer escolhas mais conscientes. Não perca as próximas lives do Comer em Pratos Limpos, projeto que pode acompanhar, aqui.  

mais para descobrir